terça-feira, 24 de setembro de 2013

"O descanso das algas é incendiar o céu" de Eugénio Trigo




levantei-me e vi os planetas que temos pelos joelhos,

esses comboios

que há nas veias ao pé da noite

Eugénio Trigo

Com responsabilidades na área da Contabilidade e Gestão, Francisco Eugénio Seixas Trigo, trabalhou sempre no seio das Instituições Particulares de Solidariedade Social.

Nos anos de 2011 e 2012, publicou o que escrevera no princípio da sua adolescência, em Angola a lágrima dos Sonhos, e as Flores mais Impossíveis eram dos teus Lábios. É autor dos livros, as Gôndolas Nas grandes Luas de Plutão, Abril 2012,
e de O Teu pulso é um dia de Chuva, Março
de 2013 e de Todos os Lagos descalçam o Silêncio, Agosto de 2013. Tem vários poemas publicados em Revistas, e Antologias Literárias